• Fabrício Proença

Você já viu um pai que fica grávido?

Atualizado: 8 de Dez de 2020

Com sua forma única entre os peixes, os cavalos-marinhos se destacam também pelo fato dos machos - ao contrário das fêmeas - serem capazes de "engravidar".

Os cavalos-marinhos (Hippocampus) pertencem a uma família de peixes ósseos representada por cerca de 30 espécies diferentes, a família Syngnathidae. São encontrados vivendo de boa em regiões de águas rasas tropicais e temperadas de todos os oceanos, camuflando-se entre algas e outros elementos do substrato marinho.


Possuem formato atípico entre os peixes – o corpo recurvado, revestido por placas anelares, com olhos arregalados, cauda preênsil e cabeça alongada de cavalo com crina.

São os únicos peixes cuja cabeça é perpendicular ao corpo, fazendo com que assumam postura vertical durante o nado.

"Gravidez" masculina

Se não bastassem essas características bastante peculiares, sua forma de reprodução também é bem incomum. Isso por que são os machos que geram os filhotes.

No momento da cópula, a fêmea transfere os ovos para dentro de uma bolsa incubadora na barriga do macho e lá ele os fecunda.

Dessa forma, o papai cavalo-marinho engravida e, após dois meses, dá à luz cerca de 500 filhotinhos.


Por Fabrício Proença

Biólogo e professor de ciências


#cavalomarinho #hippocampus #seahorse #peixes #peixesincomuns #peixesosseos


6 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo